Arte Macau, Tornar a Vida Bela

Como um evento cultural e artístico de escala internacional realizado em Macau, “Arte Macau” trouxe uma atmosfera cultural imersiva a toda a cidade como uma galeria e jardim de arte. Uma nova marca inovadora de turismo urbano e cultural está a ganhar forma, preparada para levantar uma enorme onda de arte contemporânea na região.

Entre os meses de Julho e Outubro de 2021, “Arte Macau: Bienal Internacional de Arte de Macau 2021” marca o seu retorno, este ano sob o tema “Criar para o Bem-estar”. Diferentes entidades governamentais e empresas, juntamente com artistas de todo o mundo, irão proporcionar uma vasta variedade de experiências de artes visuais.

“Arte Macau: Bienal Internacional de Arte de Macau 2021” está dividida em várias secções: Exposição Principal, Exposição Especial de Estâncias Turísticas e Hotéis, Exposição de Arte Pública, Pavilhão da Cidade Criativa, Trabalhos Seleccionados de Artistas Locais e Exposição Colateral, entre outras, visando reunir ideias criativas do mundo e promover a reputação de Macau enquanto cidade património mundial, para além de remodelar o espírito humanista da era pós-epidémica.

Sob a curadoria de professor Qiu Zhijie, um dos artistas contemporâneos mais influentes da China e Director da Faculdade de Arte Experimental da Academia Central de Belas Artes, a Exposição Principal, subordinada ao tema “Avanços e Recuos da Globalização”, divide-se em três partes “O Sonho de Mazu”, “Labirinto da Memória de Matteo Ricci” e “Avanços e Recuos da Globalização”, que proporcionam um espaço de reflexão e discussão sobre globalização e individualidade, vida e sonho, longinquidade e proximidade, segurança e felicidade, entre outros. A Exposição Principal ecoa ainda as identidades geográfica e cultural de Macau e provoca um diálogo profundo entre os valores artísticos locais e exteriores no âmbito do processo de globalização.

Assente nas longitudes de diferentes cidades e nas latitudes de criatividade, “Arte Macau” não só acolhe a presença de mestres internacionais e celebridades locais, mas também engloba a participação de cidades prestigiadas, nomeadamente, a cidade da gastronomia, Macau, a cidade da literatura, Nanjing, a cidade do design, Wuhan, e a cidade da arte de mídia, Linz. Enquanto ponto de convergência de essências culturais únicas oriundas de diferentes cidades criativas, Macau irá tornar-se, mais uma vez, um grande jardim de criatividades artísticas.

De Julho a Outubro deste ano, Macau irá ligar o mundo com criatividade e permitir ao público desfrutar da beleza e brilho. Criar para o bem-estar do mundo; criar para a evolução do mundo.

Notícias

 

Exposições em Destaque

Obras

Horário

jun
jul
ago
set
out
nov
dez
D
S
T
Q
Q
S
S

Locais

Patrocínio
Organização
Co-organização
Apoios